Tratamento para curar a Escoliose

Tratamento para curar a Escoliose

Comentarios
O tratamento para escoliose depende da idade e do grau de escoliose que a pessoa possui, mas em muitos casos é possível atingir a cura com o tratamento adequado. 
Quando a escoliose é diagnosticada ainda em bebê e em crianças é considerada grave, e para isso uma boa opção é utilizar o colete ortopédico, sob a orientação de um ortopedista pediátrico, mas em muitos casos a cirurgia na coluna é indicada, além da fisioterapia.



Quando ela é descoberta em adolescentes ou adultos, muitos podem beneficiar-se da fisioterapia que pode ser uma grande ajuda sendo capaz até mesmo de curar completamente a escoliose. Todavia, nos casos considerados muito graves, quando a pessoa tem mais de 40 graus, a cirurgia pode ser considerada a melhor opção. 
A escoliose é considera problemática quando é maior que 10 graus, havendo necessidade de tratamento com colete e fisioterapia. Quando a pessoa apresenta graus menores pode-se beneficiar ao praticar natação e Pilates Clínico para fortalecer todos os músculos principalmente das costas fazendo com que a postura fique mais correta. Evitar ficar sentado de mau jeito e deitado num sofá desleixadamente são recomendações importantes para evitar o agravamento desse desvio na coluna. 

Fisioterapia para escoliose

Exercício de Klapp para escoliose

As manipulações vertebrais através do método quiroprático também podem auxiliar a diminuir a pressão da coluna e no realinhamento e podem ser usadas 1 vez por semana, após uma sessão de fisioterapia.

Colete ortopédico

Exemplos de coletes para escoliose

Exemplos de coletes para escoliose
O uso do colete ortopédico é indicado para quando a escoliose tem entre 20 e 40 graus. Nesse caso, o colete deve ser usado durante todo o tempo, e deve ser retirado somente para tomar banho e para fazer fisioterapia.
Ele geralmente é colocado em crianças com mais de 4 anos de idade ou adolescentes e pode ser necessário passar anos com ele para que a curvatura da coluna seja normalizada. Não é indicado usar colete quando a curvatura é maior que 60 graus e entre 40 e 60 graus ele só é indicado quando não é possível realizar a cirurgia.
O uso do colete força a coluna a ficar centralizada e evita a cirurgia, sendo eficaz na maioria dos casos, mas para que tenha o efeito esperado deve-se usar o colete por pelo menos 23 horas por dia, até que o adolescente alcance a altura final, por volta dos 18 anos de idade.
O colete pode apoiar somente a coluna lombar; a coluna lombar e a torácica, ou a coluna lombar, torácica e a cervical, dependendo da necessidade de cada pessoa.

Cirurgia na coluna

A cirurgia é indicada quando há mais de 30 graus de escoliose em jovens e 50 graus em adultos, e consiste em colocar alguns parafusos ortopédicos para posicionar a coluna da forma mais ereta possível, mas na maioria das vezes ainda assim não é possível deixar a coluna completamente centralizada, mas é possível melhorar muitas deformidades. Antes e depois da cirurgia é recomendado fazer sessões de fisioterapia para melhorar os movimentos, aumentar amplitude, elasticidade, e combater a dor nas costas. 

Possíveis complicações

Se o indivíduo não tratar a escoliose esta poderá evoluir e causar muita dor nas costa, no pescoço ou no final da coluna, além de contraturas musculares. Quando a inclinação é grande pode haver outras complicações como hérnia de disco, espondilolistese, que é quando uma vértebra escorrega sozinha para frente ou para trás, pressionando estruturas importantes da coluna e também pode haver falta de ar porque o pulmão não consegue se expandir o suficiente.

Sinais de melhora e piora

Os sinais de piora da escoliose incluem aumento da inclinação da coluna, dor nas costas, contraturas e quando a escoliose afeta a parte final da coluna, pode haver sintomas de comprometimento do nervo ciático como dor que irradia para pernas, sensação de queimação ou formigamento nos glúteos ou pernas. Quando afeta mais a parte do meio da coluna, pode comprometer até mesma a respiração, porque o pulmão pode ter mais dificuldade para expandir e se encher de ar.
Os sinais de melhora chegam quando o tratamento é iniciado e inclui a diminuição de todos estes sinais e sintomas.
A fisioterapia com exercícios e aparelhos de eletroestimulação é indicada para pessoas com 10 à 35 graus de escoliose.
Na fisioterapia podem ser realizados diversos exercícios com o objetivo de realinhar a coluna e para isso deve-se saber qual é o lado da escoliose para que o lado que está mais encurtado, seja alongado e para que o lado que está mais alongado possa ser fortalecido. No entanto, os dois lados do tronco devem ser trabalhados ao mesmo tempo.
A fisioterapia deve ser realizada diariamente, podendo ser feita 2-3 vezes por semana na clínica e todos os outros dias em casa, realizando os exercícios indicados pessoalmente pelo fisioterapeuta.
Uma boa técnica para curar a escoliose são os exercícios de correção postural através do RPG, que é a Reeducação Postural Global. Esta técnica utiliza várias posturas e exercícios isométricos que visam realinhar a coluna trazendo grandes benefícios para a diminuição da escoliose e das dores nas costas. Outros exercícios indicados são os de Isostretching e os de Pilates Clínico.
As 5 criaturas mais mortais do planeta

As 5 criaturas mais mortais do planeta

Comentarios
É realmente difícil dizer quais seriam as criaturas mais mortíferas ou mortais do planeta. Poderia ser o animal mais venenoso do mundo, aquele com a mordida mais perigosa, aquele que mata mais pessoas por ano ou o que tem a maior quantidade de veneno em seu corpo.

Algumas das criaturas que coletamos na lista abaixo podem matar com muita facilidade o ser humano.



5. Boomslang


Boomslang

A boomslang (Dispholidus typus) é a cobra mais venenosa da África. É um animal reservado que, em geral, não tende a atacar humanos. Mas tenha muito cuidado, pois essa cobra possui um veneno que contém um anticoagulante que causa hemorragias incontroláveis. No entanto, a quantidade de substância tóxica introduzida pela mordida neste caso é mínima.


4. Escorpião Amarelo da Palestina


Escorpião Amarelo da Palestina

Seu veneno é mortal, como acontece com muitos outros escorpiões. Sua picada é famosa por ser muito dolorosa. Muitos dizem que sua mordida pode ser o pior de tudo que existe no reino animal.

Além disso, seu veneno pode cortar as vias aéreas. As pessoas relataram dor nas articulações e dores de cabeça por vários meses após a mordida. Este escorpião em particular ama areia, por isso tenha muito cuidado.



3. O sapo de dardo


O sapo de dardo

Os sapos são algumas das mais belas criaturas que existe no reino animal. No entanto, eles têm uma pele venenosa que pode ser muito perigosa, assim como suas secreções.

Este sapo recebeu esse nome por razões literais. Tribos indígenas utilizam o seu veneno em dardos ou flechas há muitos anos. No entanto, nem todas as rãs de dardos matam com seu veneno; apenas três são mortíferas, entre as quais se destaca o chamado sapo dourado.


2. Vespa-do-mar


Vespa-do-mar

Essa espécie de cnidário marinho mata mais pessoas por ano do que tubarões, crocodilos e peixes de pedra juntos. Por esta razão, a medusa da vespa foi rotulada como "o animal marinho mais venenoso do mundo".

Suas toxinas causam uma sensação terrível de dor, assim como a vermelhidão e inflamação da área afetada. Em poucos minutos, o paciente sofre um colapso cardiovascular que pode culminar com a morte.



1. O mosquito


Mosquito

O mosquito é oficialmente o animal mais mortal do mundo. Todos nós fomos mordidos por um mosquito em algum momento de nossas vidas, mas sofremos um pouco de desconforto.

No entanto, existem mosquitos em algumas partes do mundo transmitem parasitas que causam a malária ou a dengue. É por esta razão que os mosquitos são responsáveis ​​pela morte de cerca de 2 milhões de pessoas por ano.
As 10 pessoas mais ricas do mundo 2018

As 10 pessoas mais ricas do mundo 2018

Comentarios
Que tem gente que consegue gerir as finanças de forma a construir grandes empresas de sucesso, tem sim, mas dar início a impérios e firmar o nome na revista Forbes por diversas vezes consecutivas como integrante da lista das 10 pessoas mais ricas do mundo, já é chamado de talento e deve ter seu devido reconhecimento.

E pra hoje, resolvemos trazer para você o nome destas 10 mentes brilhantes que somam as maiores quantias em riquezas no mundo, atualizada e de 2018. Vamos conferir!

1 - Jeff Bezos


Jeff Bezos

O primeiro colocado da nossa listagem é Jeff Bezos, com um patrimônio líquido avaliado em US$ 112 bilhões. Ele é mais conhecido pelo fato de ser o fundador da Amazon, mas também possui a Blue Origin e o The Washington Post, sendo respectivamente uma companhia aeroespacial e um jornal.


2 - Bill Gates



Bill Gates

Bill Gates, o segundo do ranking dos mais ricos do mundo, com um patrimônio líquido de incríveis US$ 90 bilhões de dólares. A fonte da fortuna desse bilionário foi a fundação da empresa pela qual é mundialmente conhecido, a Microsoft, e hoje ele detém apenas 5% das ações da companhia, mas não deixa de lucrar muito com ele.




3 - Warren Buffett


Warren Buffett

O terceiro colocado da nossa listagem é Warren Buffett, que é considerado um dos maiores investidores do mundo, e tem um patrimônio líquido avaliado em US$ 84 bilhões. Ele é um rico investidor que provou a possibilidade de enriquecer na bolsa de valores, tendo os investimentos controlados pela própria holding, a Berkshire Hathaway.



4 - Bernard Arnault e família


Bernard Arnault e família

Dona de um império de 70 marcas, incluindo Louis Vuitton e Sephora. Sua fortuna é estimada em US$ 72 bilhões de dólares.


5 - Mark Zuckerberg


Mark Zuckerberg

O quinto homem mais rico do planeta é nada mais, nada menos, do que o famoso Mark Zuckerberg. Ele é altamente conhecido por ser fundador da rede sociais mais famosa, o Facebook. O patrimônio de Zuckerberg líquido é avaliado em torno de US$ 71 bilhões, sendo um dos homens mais jovens da lista.


6 - Amancio Ortega


Amancio Ortega

O empresário espanhol e investidor é dono de um patrimônio líquido de US$ 70 bilhões de dólares, sendo o sexto homem mais rico do mundo. A empresa mais conhecida dele é a Zara, mas atualmente ele também é acionista majoritário, com mais de 59% da empresa Inditex.


7 - Carlos Slim Helu


Carlos Slim Helu

Carlos Slim Helu passou três anos seguidos ocupando o primeiro lugar da lista dos homens mais ricos do mundo, mas hoje a sua fortuna está avaliada em torno de US$ 67,1 bilhões, e ele está no sétimo lugar da listagem. Ele é o proprietário de um conglomerado de empresas mexicanas do grupo Carso.



8 - Charles Koch


Charles Koch

No oitavo lugar está o co-fundador, presidente de conselho e CEO da empresa Koch Industries. Esta empresa tem atuação no setor químico, indo de tratamentos com o petróleo até produtos químicos convencionais e florestais. O patrimônio líquido dele é avaliado em torno de US$ 60 bilhões de dólares.


9 - David Koch


David Koch

O penúltimo lugar fica por conta do vice presidente da Koch Industries, sendo este o irmão do oitavo colocado, e junto dele conseguiu crescer chegando a um patrimônio líquido avaliado em torno de US$ 60 bilhões.


10 - Larry Ellison


Larry Ellison

Em décimo lugar fica o co-fundador da Oracle Corporation, uma das maiores empresas de softwares e tecnologia do mundo. O patrimônio líquido do bilionário está avaliado em torno de US$ 58,5 bilhões.
A maior estrela do Universo Observável

A maior estrela do Universo Observável

Comentarios
Falando de estrelas, a maior estrela do Universo Observável é, por enquanto, VY Canis Majoris. Localizada na constelação de Cão Maior, na Via Láctea, a estrela fica a 5 mil anos-luz de distância da Terra e tem cerca de 2,9 bilhões de quilômetros de diâmetro, o que equivale a algo em torno de 2 mil vezes o tamanho do Sol. A VY Canis Majoris, também conhecida como VY Cma, é de fato tão grande que o seu tamanho equivale a 9 vezes a distância da Terra ao Sol. A estrela, contudo, não é visível da Terra, já que está em morrendo e formando com sua massa uma grande nebulosa, que ofusca a sua visibilidade.


Estrela VY Canis Majoris
Estrela VY Canis Majoris - Crédito da foto: wikimedia


Os maiores objetos siderais



O Universo em que vivemos é um lugar espantosamente vasto, do qual conhecemos apenas uma parcela ínfima. De fato, tudo quanto os telescópios podem observar é restrito àquilo que chamamos de “Universo Observável”, o que pode ser apenas uma pequena parte de um Universo infinito surgido no Big Bang. Contudo, não se engane: o que podemos ver já é de uma monta assombrosa. Estima-se que o raio do Universo Observável a partir da Terra, também chamado de horizonte cósmico da luz, é algo em torno de 14 bilhões de parsecs, ou 46 bilhões de anos-luz. Convertido em quilômetros, isso dá algo em torno de 460 sextilhões. É um número sequer imaginável (460.000.000.000.000.000.000.000). 

Há uma questão que dificulta as descobertas de objetos cosmológicos distantes: o espectro eletromagnético é muito amplo. A visão do ser humano abrange uma faixa muito pequena dele. É por isso que, por vezes, são necessários equipamentos que detectam outras faixas, como é o caso do infravermelho, raios-x, raios gama etc. Algumas dessas faixas são mais apropriadas para a detecção dos maiores objetos siderais do Universo Observável. 


Depois de falarmos daquela que é maior estrela do Universo Observável (VY Canis Majoris), citemos duas das maiores estruturas de todo esse universo. 
O Anel Gama Gigante, ou Anel GRB Gigante, figura entre os maiores objetos do universo que conhecemos, com nada mais nada menos do que 5 bilhões de anos-luz. Se fosse visível no céu da Terra, teria cerca de 70 vezes o diâmetro da Lua. Trata-se de uma série de 9 explosões de raios gama, resultadas da morte de grandes estrelas, que ocorreram de forma praticamente simultânea.

Grande Muralha de Hércules
Grande Muralha de Hércules - Crédito da foto: wikimedia

Contudo, o título de maior estrutura do Universo Observável vai para a Grande Muralha de Hércules, ou Coroa Norte. Esse objeto se estende por mais de 10 bilhões de anos-luz, o dobro do Anel Gama Gigante. Detectado em meio ao monitoramento de radiação gama, o objeto foi nomeado assim pois uma série de explosões de raios gama foram detectadas na direção das constelações de Hércules e Corona Borealis. Contudo, o nome não é preciso, pois a muralha abrange um número maior de constelações. E é um objeto celeste em formação tão grande, mas tão grande, que contradiz o princípio cosmológico da física newtoniana, base da cosmologia moderna.

Como funcionam os microchips implantados sob a pele que permitem pagar sem dinheiro ou cartão

Comentarios

A Suécia é o primeiro país do mundo onde é possível pagar um bilhete de trem com um chip implantado na mão. Saiba como funciona essa tecnologia e por que está gerando discussão

Você implantaria um chip na mão para pagar sem cartão?

Getty Images
A pequena protuberância no dorso da mão de Dave Williams tem o tamanho de um grão de arroz e fica entre o polegar e o indicador. É quase imperceptível, mas quando ele a usa para abrir a porta de sua casa, vira o centro das atenções.
Este engenheiro de software britânico, tem um microchip implantado na mão, um circuito eletrônico que funciona com tecnologia sem fio.
"Tenho péssima memória", diz ele à BBC. Por isso decidiu implantar esse pequeno dispositivo que permite que ele não entre em pânico se esquecer as chaves de casa.
É o mesmo tipo de chip que está virando tendência na Suécia e em outros países ocidentais como Alemanha, Austrália e Nova Zelândia, onde há várias iniciativas para promover essa tecnologia futurista.
Mas o caso da Suécia chama ainda mais atenção. Milhares de pessoas na nação nórdica, cerca de 3 mil, segundo um relatório da AFP de maio deste ano, já implantaram o chip. É possível que o número seja ainda maior.
"Cada vez mais pessoas na Suécia implantam o chip RFID na mão e o usam para abrir portas e até fazer pagamentos", diz à BBC Mundo Ben Libberton, doutor em microbiologia que trabalha no laboratório MAX IV de Lund, no sul da Suécia.

Os microchips têm o tamanho de um grão de arroz

Os microchips têm o tamanho de um grão de arroz

BBC

Um sistema "conveniente"

Um RFID, ao contrário de um código de barras, permite acesso remoto à informação que contém. Usa-se em dispositivos antirroubo, em estações de esqui e também nos chips de identificação para animais domésticos.
Também estão presentes na maioria dos smartphones e passaportes eletrônicos.
Mas nos últimos anos, seu uso em humanos ganhou ainda mais relevância. A Suécia lidera essa tendência.

O assunto começou a render manchetes em 2015, quando a Epicentes, uma empresa de tecnologia baseada em Estocolmo, causou certa polêmica ao anunciar que implantaria os chips nos seus funcionários.
Com um giro da mão, eles poderiam entrar no prédio, usar a máquina copiadora e pagar café.
"O maior benefício é a conveniência", diz o cofundador e diretor da companhia, Patrick Mesterton, em 2017. "Permite substituir muitas coisas, como o cartão de crédito ou as chaves".
O chip pode ser usado para acionar a copiadora

O chip pode ser usado para acionar a copiadora

BBC

Pagar com a mão

O chip permite realizar pagamentos contactless (sem contato), uma prática especialmente comum na Suécia, onde apenas 1% do valor de todas as transações foram feitas com dinheiro.
Algumas dessas transações são feitas em trens.
A companhia nacional de trens SJ, a maior do país, é a primeira do mundo a aceitar esse tipo de pagamento.
Quando passa o cobrador, alguns passageiros apenas colocam a mão perto do smartphone do funcionário, que está com o aplicativo aberto. A passagem impressa parece coisa do passado.

Neste trem, é possível pagar o bilhete com a mão

Neste trem, é possível pagar o bilhete com a mão

SJ Railways
Cada pessoa que tem um microchip como esse na mão deve se inscrever no site da companhia para obter um número e poder pagar.
Stephen Ray, diretor de comunicação da SJ, conhece o sistema muito bem, e ele próprio tem um chip na mão.
A tela do celular do funcionário indica que o passageiro tem uma passagem comprada. Ali ele vê o número e o nome da pessoa.
O microchip é implantado debaixo da pele, entre o polegar e o indicador

O microchip é implantado debaixo da pele, entre o polegar e o indicador

BBC

"Opcional"

"A única informação que a SJ lê do microchip é o número de membro do programa de fidelização", diz Ray à BBC Mundo.
"Esse número não é confidencial e a privacidade dos clientes fica garantida, a nosso ver", acrescenta ele.
Por ora, essa tecnologia só é usada na empresa para viagens regionais. Mas o plano é ampliar o alcance.
Ainda assim, Ray acha que "nunca será obrigatório" para os clientes implantar o chip e que "é só um serviço opcional que ainda consideramos um teste".
Stephen Ray, da empresa de trens SJ, tem um chip implantado na mão

Stephen Ray, da empresa de trens SJ, tem um chip implantado na mão

BBC
Stephen diz que a ideia é que essa iniciativa se estenda para outras áreas e outros tipos de pagamento da vida cotidiana, como um cartão de crédito.
No entanto, nem todos são a favor do chip ou têm uma visão tão otimista sobre ele.
"Essa tecnologia reduz o número de cartões e dispositivos de que precisamos, os miniaturiza e faz com que nunca os percamos", disse Libberton à BBC News Mundo.
Mas o microbiólogo diz que fica preocupado com como os chips podem deixar vulnerável a privacidade e a segurança de seus usuários.
"À medida que esses chips são adotados em mais serviços digitais, revelarão mais dados. É um ponto frágil no que diz respeito à segurança", afirma.
"Imagina se você usa para destrancar sua casa ou acessar sua conta bancária. Temo que a conveniência permita acesso mais fácil a dados importantes."
E deixa uma pergunta no ar: "Os riscos serão ainda maiores quando começarem a incorporar dados biológicos nos chips. Se uma empresa sabe mais que você sobre sua própria saúde, quais serão as implicações éticas?"

Seu tamanho é minúsculo, mas pode conter muitas informações

Seu tamanho é minúsculo, mas pode conter muitas informações

Paul Hughes